sexta-feira, 12 de maio de 2017

Hiroshima Bunker - Frankenstein (single)

Créditos: Fernando Belchior / Eduardo Zeineddine

Hiroshima Bunker (de São Paulo) é uma mistura intrigante de ingenuidade tímida e gênio criativo. Pelo menos é o que sua música me diz, mas o single ‘Frankenstein’ libera um pouco de enigma, caracterizado em duas dimensões através dos pixels coloridos de sua obra. Post- rock experimental, grunge - rótulos de gênero realmente não fazem justiça a como os fragmentos de momentos da vida real e sonhos que eles  entrelaçam, convidam-nos para uma abordagem não convencional , às vezes mundo surreal. Com um álbum iminente, agora é um bom momento para se familiarizar com o single.

Infecciosa e cheia de cores, a faixa é uma entrega de sentimentos impetuosos, parecem pendurar no éter diretamente através do  instrumental entusiástico e inebriado. É jubilante, e uma batida propulsiva que mal deixa de funcionar desde o primeiro pontapé inicial. Ambicioso e cheio de vida, Hiroshima Bunker é um novo salto na cena independente do pais. Tragam logo um álbum. 








































Nenhum comentário:

Postar um comentário