segunda-feira, 10 de abril de 2017

Hora de Viajar - saiu o novo álbum da BIKE

Foto: Cassio Cricor

BIKE é uma banda que entende de estrada: pelas mais de 50 cidades de 15 estados por onde passou, entre festivais de grande porte e shows em pequenas casas, entre sorrisos chapados e olhares curiosos, muita coisa aconteceu. Um público crescente foi se formando com entusiasmo, enquanto o grupo chamava atenção da mídia nacional e internacional - cruzando o hemisfério e ingressando no selo 30th Century Records, do produtor norte americano Danger Mouse, com uma das faixas de 1943, seu disco de estreia.

Sem medo do que os caminhos da vida podem oferecer e guiados por certo sentido de coletividade, a banda retoma as pedaladas com força no lançamento de Em Busca da Viagem Eterna. É o momento de chegar mais longe, a procura pela trip que dure uma eternidade. Naturalmente as faixas foram gravadas entre viagens e as letras acompanharam essas transições pelos estados do país, como podemos sentir em canções como “Enigma dos 12 Sapos”, abordando as dificuldades no caminho inicial da banda. “Do Caos ao Cosmos”, que ganhou clipe com imagens da Índia e Nepal, é outro exemplo do que as viagens - agora, mentais - proporcionam.

Ainda com os pés na psicodelia, mas explorando mais o lado rock (junto aos já reconhecíveis chilling mantras), Em Busca da Viagem Eterna transita entre a primavera dos Secos e Molhados e um verão de Connan Mockasin, entre outono e inverno com Brian Jonestown Massacre ou Alejandro Jodorowsky. Durante a construção do álbum, um processo mais colaborativo também guiou a viagem da BIKE. “Tudo foi feito muito rápido, durante a estrada… Cada um ia mostrando o que ia fazendo e, quando dava, rolavam algumas jams”, diz o guitarrista Diego Xavier. “Testamos coisas novas, muitas vozes e coros, puxando um pouco mais na criação sem perder a essência do primeiro trabalho”, completa.

A banda se prepara para sua primeira turnê internacional, que incluirá shows em festivais como o Primavera Sound, em Barcelona, e a edição portuguesa do goiano Bananada. Shows na Inglaterra e na Escócia também estão programados. Diego (guitarra e voz), Julito Cavalcante (guitarra e voz), Rafa Bulleto (baixo e voz) e Daniel Fumega (bateria) compõe a BIKE. Em Busca da Viagem Eterna foi gravado no Estúdio Wasabi, em São José dos Campos, por Diego Xavier. A mixagem analógica e a masterização, passada pela fita de rolo, ficaram nas mãos de Rob Grant (Poons Head Studio, Austrália), que já trabalhou com artistas como Tame Impala e Miley Cyrus. As artes que acompanham o disco, feitas por Juli Ribeiro, foram inspiradas nas cartas do Tarô de Marselha e na psicomagia de Alejandro Jodorowsky. O eneagrama presente em todas as ilustrações, e principal elemento da capa, representa o auto-conhecimento, um processo que tem relação com as buscas humanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário