sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Novo disco do ÀBrasa: VERDE






































E ÀBrasa nunca se apaga. Depois de um hiato de 2 anos, Diego Xavier (Bike), Filipe Annechino (Ex-Estteio), Ascânio Andrade (Ex-Crânula) e Fred Stigliano, que voltou de férias da Bulgária, se encontraram e resolveram gravar algumas poucas músicas antigas que restavam e alguns temas novos.

Saindo do hardcore e experimentando um pouco mais, Verde traz uma banda mais segura de onde quer chegar. Gravado e mixado por Diego Xavier no Estúdio Wasabi entre agosto de 2015 e abril de 2016 e Masterizado por Cassio Zambotto, o disco tem participações das vozes de Dan Pereira, Bruno Peras e Caio Saad, vocalistas do Running Like Lions e saiu pelo selo Bigorna Discos em todas as plataformas digitais com previsão do disco físico para 2017.



Nascido em 2010, o ÀBrasa é formado por caras que gostam de música e que não tinham um vocalista. A solução foi ser instrumental. Em 2012 veio o primeiro álbum, Osso, mais pesado e cru. Destaque na época no portal Tramavirtual chegou a ser resenhado na revista 100%Skate de mesmo ano. Com um show nada parado para uma banda instrumental, tocou por todo o estado de São Paulo, dividindo o palco com grandes bandas do cenário nacional como Garage Fuzz, Dead Fish e Questions e frequentando festivais e palcos consagrados como o Hangar 110.

Com a volta de Fred pra Bulgária, a banda segue em trio, seu último show foi em setembro passado no Centro Cultural São Paulo e no pré-lançamento de Verde, na Magia do Amor em São José dos Campos/SP, cidade natal da banda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário