quarta-feira, 27 de julho de 2016

Odradek lança split com banda de post-rock singapurense Sphaeras


Após a trilogia de EP’s Homúnculo, o Odradek retoma as atividades com o lançamento de um split – álbum dividido por dois ou mais artistas – bem acompanhado dos singapurenses do Sphaeras, grupo que a banda conheceu pela internet em 2015, época em que os dois planejavam gravar um EP. “A gente conversava muito sobre música e, com ambos se preparando pra lançar material, a ideia de um disco colaborativo de duas bandas em lugares opostos do mundo soou muito boa. O baixista da Sphaeras, Axel Serik, mandava partes de bateria e baixo e eu gravava uma guitarra em cima e mandava de volta, então foi um processo bem lento”, conta Fabiano Benetton, guitarrista do Odradek. Ao vivo, eles mostram a potência de Sun Seeker em show de lançamento, dia 5 de agosto, no Z Carniceria (São Paulo). A noite, comandada pelo selo Freak, conta ainda com o apresentação do Raça, com seu recém lançado disco “Saboroso”, o segundo do grupo.

Já no título, “Sun Seeker” mostra a que veio ao mundo (o nome foi inspirado na arte que a ilustradora de Singapura Dawn Ang fez para a capa). Trabalhar as nuances sombrias, alternadas com o lado cômico da vida, é um dos prazeres do trio piracicabano. Em conjunto com Sphaeras, que também aposta no post-rock como motor, o split conta com três faixas de cada artista e mais duas criadas em parceria pelas bandas. Quebras de tempo, distorções e uma instrumentalidade visceral perpassam as músicas como um mar – ora calmo, ora revolto.

Triscaidecafobia contrasta versos hipnóticos com refrão melódico e final explosivo. É a primeira música feita com letras inteiramente em português e se baseia na obsessão do compositor austríaco Arnold Schoenberg pelo número treze. Orla é a música tradicional ao estilo da banda, frenética e com dissonâncias. Ambas tem poucos vocais e bastante abertura nos instrumentais, levando a ideias rítmicas e obscuras. Tétrico narra a história de uma jovem professora – mais especificamente, a avó do baterista Caio Gaeta – em sua experiência ao lecionar numa pequena vila rural, distante de qualquer cidade. Mais preenchida com vocais, a música deixa o macabro na letra, trazendo um instrumental mais objetivo do que o convencional.

As três faixas tiveram bateria gravada no estúdio Family Mob Studio durante a Converse Rubber Tracks – em São Paulo – por Jean Dolabella, Bruno Lafaza, André Sangiacomo e Estevam Romera. A gravação rendeu à banda um convite para abrir o primeiro show do Ego Kill Talent, projeto dos donos do estúdio e que foi inaugurado ali, no próprio espaço. Guitarra, baixo e vocais foram gravados no Casarão Music Studio em Piracicaba, onde também foi feita a mixagem e masterização por Franco Torrezan.

My Wish is Your Command sela a parceria entre Odradek e Sphaeras com experimentalismo e um toque extra de beleza. “Surgiu a ideia de chamar uma vocalista amiga dos integrantes da Sphaeras, a Weish, para cantar. Ela já tinha experiência em bandas de rock experimental como a sub:shaman e hoje canta em loops e toca synth na gif, que tem chamado atenção na cena alternativa asiática. Weish surpreendeu a todos nós na maneira que compôs com naturalidade em uma música tão torta, longa e dissonante como essa”, relata Fabiano, com um entusiasmo que só o caos é capaz de gerar na banda.

Sun Seeker, faixa que leva o nome do álbum, é completamente instrumental e combina a definição da banda de Singapura com a fritação brasileira. Uma história contada por timbres, pulso e altura das notas, que dispensa a necessidade de guia vocal para orientar o ouvinte. As músicas feitas em parceria foram gravadas nos dois países: bateria e guitarra no Brasil, baixo e vocal em Singapura.

Sobre Odradek:

Odradek é um trio de Piracicaba-SP formado por Caio Gaeta (bateria), Fabiano Benetton (guitarra) e Tomas Gil (baixo). Tem como referência os gêneros math-rock / pós-rock / punk / progressivo / experimental. Depois de viajar divulgando sua trilogia de EP's “Homúnculo”, eles lançam o split “Sun Seeker” em parceria com a banda de Singapura Sphaeras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário