segunda-feira, 9 de novembro de 2015

O encontro apaixonante entre o punk e a surf music em um saloon mariachi






































Groovy está soando melhor e melhor a cada dia, com a mais recente contribuição vinda por meio do Mestre Felino. ‘’Heavy Groovy’’é um registro impressionante com alto teor de qualidade em um trabalho. O duo é formado por Felipe Vendramini e Thiago Roberto, sediado em Mogi das Cruzes (SP), com um fundo musical diversificado entre os membros. Nova onda pós-moderna, jazz, blues, motown, rock clássico, garage rock são apenas algumas das forças que se encontra em um álbum de estreia incrivelmente bem-arredondado.

Para um disco auto lançado, a qualidade é surpreendente. A primeira música, "Saara", tem uma vibe torta de algum filme de Tarantino, mas acarreta alguns bons minutos de qualidade com o início abrupto. Os instrumentais são apertados, dando a impressão de que esses caras estão juntos há bastante tempo, bem entrosados e tocando de olhos fechados. Em vários momentos ao longo do disco, o duo vai para todo o vapor, utilizando todos os instrumentos e voz, criando uma plenitude instrumental que parece homenagear algumas influências do garage rock .

O disco termina com "Caravana (Príncipe Negro)", É um som muito diferente do resto, com exceção de "Ex-punk", que atua como a introdução à segunda metade do disco. Cada música parece que tem um, por falta de um termo melhor, irmão-canção, de uma forma que dá uma sensação muito equilibrada. As médias de comprimento de cada canção, cerca de 2 a 4 minutos cada, que é um pouco mais longo do que o padrão, mas os Groovys realmente fazem um belo trabalho. Ao todo, havia claramente uma tonelada de tempo dedicou a este disco de estreia da banda que absolutamente valeu a pena. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário