domingo, 3 de maio de 2015

Grupo instrumental mineiro faz uma homenagem a Ataulfo Alves

Foto: Tiago Nunes
Em releitura da obra de Ataulfo Alves, célebre sambista mineiro, a banda Dibigode lança seu segundo álbum, “Garnizé” (Natura Musical). No disco, a banda instrumental apresenta clássicos do samba como “Ai, que Saudades da Amélia”, com roupagem rica em elementos do rock e do pós-rock, numa nova interpretação que aproxima as criações do compositor centenário aos dias de hoje.


O álbum “Garnizé” foi produzido por Zachary Hollander, em abril de 2014 no estúdio The Pearl em Mineápolis, Estados Unidos, com participações da cantora mineira Dona Jandira e do clarinetista americano Pat O’Keefe. Pela primeira vez na história do grupo instrumental, uma de suas músicas terá acompanhamento vocal.



Dibigode é conhecido pela naturalidade e originalidade com que trafega por diversos gêneros da música. O quinteto é formado por Gabriel Perpétuo (guitarra), Vicente França (guitarra), Guilherme Peluci (saxofone), Antônio Vinícius (baixo) e Tiago Eiras (bateria).  O primeiro álbum da banda, “Naturais e idênticos ao natural de pimentas da Jamaica e Preta”, foi lançado em 2011 e oferecido para download gratuito no site oficial. A banda criou um livro de 60 páginas de poesia, fotografias e ilustrações de diversos artistas para o lançamento do primeiro álbum.


Um traço marcante do grupo é a pluralidade artística: nos últimos anos o quinteto assinou projetos como a trilha sonora “Plano”, para a Cia. Sesc de Dança, uma performance na São Paulo Fashion Week, o lançamento do EP Live Session Midwest Tour 2013e um show na casa de um excêntrico colecionador de tigres em Chicago. 

O novo álbum do grupo está disponível para streaming e download AQUI

Um comentário:

  1. Assista o Clipe da música Laranja Madura do Dibigode.
    https://www.youtube.com/watch?v=rmGm69ql6Bg

    ResponderExcluir