segunda-feira, 16 de março de 2015

Lítera - Banda gaúcha apresenta clipe da faixa ''Bercy'' e anuncia álbum para 2015


A Lítera nasceu no bairro Sarandi em Porto Alegre, antes mesmo de ter esse nome. Em 2007, a banda participou do Festival de Música de Porto Alegre e foi finalista com a música ‘Lá se foi’, que fez parte da coletânea do festival.


O primeiro álbum, ‘Um pouco de cada dia’ (2009), foi escolhido como ‘Melhor lançamento de banda gaúcha’ pelo site ClicRBS. No ano seguinte, o clipe da música ‘Lá se foi’ estreou no canal MTV.



Canções da banda estão também nas coletâneas ‘Primavera Pop Rock’ (2011), da Rádio Pop Rock, e ‘O Velho O Novo’ (2012), da Rádio Ipanema.

Em 2013, a Lítera iniciou o atual projeto inspirado no romance e nas cartas trocadas entre o Imperador Dom Pedro I e a Marquesa de Santos. Esse, que é o mais famoso relacionamento extraconjugal da história do Brasil, aconteceu de 1822 a 1829.

Em uma turnê independente, abanda se apresentou em 20 cidades nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul mostrando esse universo.

Foram lançados dois EPs desde então: ‘A Marquesa’ (2013) e ‘O Imperador’ (2014). Também em 2014, estreou o clipe de ‘Domitila’, trazendo consigo ares e cores do século XIX e uma história de amor atemporal. A produção utilizou Tracking 3D e efeitos visuais, técnicas até então nunca utilizadas por uma banda brasileira. O clipe hoje faz parte da programação dos canais Multishow, PlayTV e MusicBox Brasil.



Ainda em março de 2015, a banda lança o clipe de 'Bercy', faixa do EP 'A Marquesa'. A atriz Gisela Sparremberger, do projeto 'Coisas que Porto Alegre fala', é a Domitila contemporânea nessa iniciativa.

Esse projeto será complementado no final de 2015 com o disco 'Caso real', em que as músicas dos EPs serão unidas a canções inéditas. As faixas contam com a produção de Marcelo Fruet.


Gisela em uma dança que cansa girar

Com brilhante atuação de Gisela Sparremberger, do bem-sucedido projeto ‘Coisas que Porto Alegre Fala’, o clipe revela mais um tema das cartas trocadas no romance entre Dom Pedro I e Domitila, a Marquesa de Santos. O projeto atual da Lítera já abordou outras facetas das cartas em melodias, letras, clipes, cenários e figurinos. Em tempos em que a libertação feminina de amarras milenares se faz cada vez mais realidade, a banda explora e também provoca reflexão acerca do assunto através da história de uma mulher real: Domitila de Castro Canto e Melo.

A atriz Gisela Sparremberger é a protagonista, a Domitila contemporânea
Impactante, o roteiro se concentra no exorcismo emocional da personagem feminina que se desenrola em uma linda locação. O vídeo foi gravado em uma casa de arquitetura contemporânea na zona rural de Eldorado do Sul, cidade vizinha à Porto Alegre. Gisela, numa versão poética e dramática de si mesma, canta e conduz o clipe com muita entrega em uma atuação visceral.

Em um desempenho apaixonado, a atriz interpreta a letra de Bercy, um drama de uma mulher que se doou muito em um relacionamento e sofre por perder o objeto do seu amor. A música, com letra atrevida e melodia que alterna momentos dramáticos e dançantes, permite uma interpretação com muita vitalidade em um plano sequência hipnotizante.

A faixa é parte do disco "Caso Real", segundo álbum da Lítera com lançamento previsto para o segundo semestre de 2015. Abaixo, o clipe de ''Bercy'', trabalho assinado e dirigido por Lucas Pinto.



Ficha Técnica

Roteiro e Direção: Lucas Pinto
Direção de fotografia e Finalização: Lucas Cunha
Motion designer: Carlos Porto
Produção e Figurino: Fernanda do Carmo Hernandez
Atriz: Gisela Sparremberger
Beauty: Ana Cláudia Ferrary

Links
Twitter | @literarock
Facebook | /literarock
Vídeos | /literavideos
Instagram | @literarock

Nenhum comentário:

Postar um comentário