domingo, 14 de dezembro de 2014

Transtorninho Records - Lançamento #4 - Novampb - disquinhp‏


O disquinhp guardem esse nome, é o álbum de lançamento do novampb. O novampb é o projeto bem noise, bem glitch, meio idm, mais glitch que idm e que sim, tem a ver com música eletrônica, do Smhir Garcia. Por sua vez o Smhir Garcia é um cara gente fina, mas meio transtornado. Coisa de vegetariano.

Resgatando a informação, o nome do álbum é disquinhp. A última letra da palavra saiu errada, mas tu entende o que ela quer dizer e ainda acha divertido o jeito como ela soa. Essa sensação aí que o nome me deu continuou depois que ouvi o disco e é reforçada quando penso em glitch de um jeito bem tacanha, porque na real glitch é experimentação, é explorar o caos até encontrar a sua própria forma, e as músicas do novampb são a administração de um caos bem particular, bem bonito, bem barulhento.

Na progressão das faixas tu pode achar aquilo que tem no 1983 (Flying Lotus) e no Music Has the Right to Children (Boards of Canada), mas perceber que se trata de um disco singular. Por quê? Acho que pela particularidade dos samples. O cara sampleou coisas que gostava de arranjos fodas e arranjos bregas a episódio de desenho, e transformou isso tudo na sua música, dando sua identidade a ela. Meio kitsch. Coisas que são envolvidas por uma sensação de nostalgia e amor imenso. À música, aos amigos, e a Maceió.


O disquinhq é cheio daquelas músicas que eu tenho dificuldade de acompanhar com a cabeça porque o ritmo é inteligente demais e eu sou disléxico. O novampb é transtorninho records, o smhir garcia é cruelty free. entao confere aí e vai regulando o volume pra não perder a cabeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário