quinta-feira, 30 de outubro de 2014

REPUBLIQUE DU SALEM GRAVA NOVO ÁLBUM NOS EUA COM PRODUÇÃO DE MARC FORD (EX-BLACK CROWES)


A Republique foi formada no início de 2010 com a proposta de trabalhar composições próprias, com temática urbana e poética, utilizando o rock e como ferramenta principal para conscientização e atitude.

O som da banda é um amálgama de elementos diversos - rock clássico re-visitado sob um olhar moderno, com nuances de southern e folk. Entre as principais influências, pode-se citar Led Zeppelin, Black Crowes e Allman Brothers, e seus contemporâneos Wilco e Rival Sons. No Brasil, Titãs e Mutantes.

A banda teve início a partir de uma parceria entre o cantor Davi Stracci e o multi-instrumentista Guido Lopes. Ambos se conheceram tocando em um projeto de um amigo em comum, e logo perceberam uma identificação musical, que levou ao início do projeto.
Em abril de 2011 começaram a trabalhar composições próprias, recrutando para as primeiras sessões os amigos Nae Silva (bateria) e Roney (baixo).
No início de 2012, a Republique solidificou sua formação com a entrada de Marcio Albano (baixo) e do baterista Raul Lino, que passam a integrar a banda.


Embora a banda seja relativamente nova, nem sempre um projeto novo é sinônimo de inexperiência e ingenuidade - os músicos individualmente possuem mais de 15 anos de estrada, seja em shows / covers na cena underground, trabalhos sideman e session players, ou através de atividades de composição/arranjo.



A Republique du Salem prepara o seu segundo álbum, que será gravado em Long Beach, Califórnia (EUA), nos meses de outubro e novembro deste ano. O disco da banda paulistana terá produção do lendário Marc Ford (ex-guitarrista do The Black Crowes) e contará com a participação do talentoso baixista californiano Tom Freund (artista solo/Ben Harper/The Silos).

Ford comentou sobre o novo CD, intitulado Republique du Salem: "Estou bastante empolgado em trabalhar com a Republique. São um grupo talentoso e levam a sério o que fazem. Tenho certeza que vamos fazer um grande trabalho juntos!".

O álbum, em inglês, será o sucessor do elogiado O Fim da Linha Não É O Bastante, pré-indicado ao Grammy Latino nas categorias “Best Brazilian Rock Album” e “Best New Artist”. Guido Lopes e Davi Stracci, fundadores da Republique du Salem, também falaram sobre o novo disco, que terá parte de seu processo de gravação publicado nas mídias sociais da banda:


"O Black Crowes sempre foi uma referência para nós em diversos sentidos e, durante uma viagem ao exterior em 2013, tive a oportunidade de fazer contato com o Marc e dizer a ele o quanto éramos influenciados por sua música. Já tínhamos algumas ideias para um novo trabalho da Republique, então pedi a ele se poderia gravar um solo em uma das músicas, participar de alguma forma. As agendas não bateram, mas mantivemos um contato amistoso desde então.", diz o guitarrista Guido.


"A surpresa veio quando ele pediu que mandássemos alguns CDs para ele. Disse que gostaria primeiramente de ouvir o som, para depois avaliar se era interessante (ou não) se envolver no projeto. Depois de conhecer o trabalho, ele demonstrou o desejo não apenas de participar, mas de produzir nosso álbum, e fez o convite para a gravação.", complementa o vocalista Davi.



Site: http://www.republiquedusalem.com.br/
Instagram: http://instagram.com/republiquedusalem
Facebook: https://www.facebook.com/republiquedusalem
Twitter: https://twitter.com/RepubliqueSalem
Youtube: https://www.youtube.com/user/RepubliqueDuSalem
Flickr: https://www.flickr.com/photos/republique
Reduto do Rock: http://redutodorock.com.br/
Plano de Marketing: https://www.facebook.com/planodemarketing

Nenhum comentário:

Postar um comentário