quinta-feira, 30 de outubro de 2014

No Crowd Surfing - Pretending I'm Not Here


































Crowd surfing é o processo no qual alguém é passado por cima das cabeças de várias pessoas durante um concerto, transferindo a pessoa de uma parte do recinto para outra.

O “surfista” é apoiado pelas mãos dos espectadores do concerto. Acredita-se que terá sido inventado por Iggy Pop.

Na maioria dos concertos e festivais, o “surfista” passa uma barreira em frente do palco onde é puxado para fora e posto em pé pelos seguranças. Depois, é enviado de volta para o lado ou para a parte de trás dos espectadores no final da barreira podendo mesmo chegar a ser expulso do recinto (dependendo das autoridades).

Crowd surfing ocorre geralmente apenas na parte da frente da audiência onde a massa de pessoas é densa o suficiente para suportar o corpo de uma pessoa. É bastante popular em concertos de heavy metal, punk, rock e indie. Interessante o som dessa banda de Cianorte/Maringá (PR), que desliza na verve do alternativo, apoiado por resquícios de Sonic Youth e Pavement. Tudo muito bem feito com uma vontade imensa de ouvir por horas e sem deixar o corpo descansar. 

Arranjos sujos e melodias de vozes sempre grudentas e harmônicas com uma sonoridade estéreo livre dos exageros costumeiros do gênero. Pretending I'm Not Here soa livre e apresenta uma banda com um potencial gigantesco em pleno estágio de descoberta e busca por identidade. Ouça logo abaixo o som dos caras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário