domingo, 6 de julho de 2014

The Tump e suas Sacanagens Dançantes

''Sintetizadores, contrabaixos e aplicativos de celular- O The Tump surgiu a partir de uma ideia fixa- NO GUITARRISTAS''!


O The Tump começou a gravar as primeiras músicas no inicio de 2012, com Bárbara Lobato (ex- Octoplugs) e Alex Lima (ex- Destruidores de Tóquio), e seus dois contrabaixos nervosos, aplicativos para celular ( Até que enfim encontraram uma utilidade para isso) e baterias programadas que lembram muito o New Order Pós-Wave. O objetivo era fazer apenas gravações caseiras e disponibilizá-las na internet de maneira descompromissada, e foi assim até o inicio de 2013, sem muita fantasia, levando um som sujo com letras debochadas e diretas.


Com influências de The B-52s, Simple Minds, Cut Copy, Stone Temple Pilots e tantos outros que alimentam a mente insana desse duo paraense. Rock simples, caseiro, dançante, cru e sem muita pavulagem, O The Tump, entretanto, mostra que também sabe experimentar e brincar com novas estratégias e possibilidades sonoras, capazes de se reinventar a cada novo single lançado. A dupla promove reviravoltas na música e nos seus contextos mais chatos, puristas e cabeçudos, intercalando doses de um eletro rock sintetizado e longe do contraste entre o analógico e o digital. Vale à pena conhecer o trabalho do The Tump!
The Tump é:
Alex Lima: (Contrabaixo/Voz)
Bárbara Lobato: (Contrabaixo/Voz)

2 comentários:

  1. Uma das melhores bandas de Belém para o Brasil! Ironia, distorção, irreverência, sensualidade, sinestesia...tudo numa só banda/dupla!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quero dizer, que você se tornou uma grande referencia, desde que a conheci!
      sou fã.

      Excluir