quarta-feira, 11 de junho de 2014

Drama Beat por um segundo























Numa atmosfera  meio Gang Of Four, pela simplicidade da capitação, Cristina Tavelin (Guitarra/Voz), Tatiana Yuri (Baixo) e Eduardo Pedroso (Bateria), criam e recriam em cima de camadas densas do Pós-Punk e No Wave, músicas de sonoridade vigorosa, letras niilistas e refrões regozijantes.
A voz de Cristina somada com sua postura, relembra bons momentos de musas como: Danielle Dax, Toyah e Siouxsie Sioux.
 

Drama Beat começou em 2006, tendo como base artistas como: Cream, Grand Funk Railroad, Joy Division, Nick Cave, Killing Joke e Echo And The bunnymen.
Com melodias curtas e vocais abafados e com letras que traduzem um imaginário poético e cru, bem tipico da geração Beat e Dharma Bums.


O trio deixou um disco antes do seu fim, chamado Exist, gravado entre dezembro de 2010 e fevereiro de 2011. Nas mazelas da não existência, seja ela social, individual ou espiritual, o Drama Beat transmite no disco com maestria as nuances de uma mente desértica, em um mundo que pode esfacelar-se no próximo segundo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário