sexta-feira, 30 de maio de 2014

Will Prestes - Will And His Good Enough English

WAHGEE é o nome do projeto solo do gaúcho Will Prestes, ex Wonkavision.
Para quem não lembra, em 2000 will montou sua banda, a Wonkavision, em Porto Alegre RS. A sonoridade tinha como base o fofinho e doce Power Pop, com melodias cheias de amor, guitarras soltas e repletas de moog. A banda alcançou uma boa popularidade em seu curto periodo de atividade e lançou 3 discos, sendo o último em 2008.




''Sempre flertei com o Country. Gosto muito da simplicidade das melodias, da sonoridade do violão e do stell-guitar, e principalmente da forma singela como as letras contam histórias do cotidiano através de analogias super criativas. Depois de 7 anos com banda, queria algo que coubesse numa mochila. E foi com essa mobilidade em mente que resolvi fazer o WAHGEE. Um projeto de um cara só, que toca apenas em apartamentos e casas de amigos, ou casas de shows que parecem um apartamento ou uma casa de amigos.'' - Will


   WAHGEE ainda carrega consigo os refrões poderosos do pop da Wonkavision , mas já envolvidos no atual namoro que Will tem hoje com o folk e o country.

''Gravei este EP no Bunker Studio, do Rodrigo Brandão (Leela). Coloquei no Sound Cloud só para ter um primeiro feedback, e estou feliz porque estou tendo uma resposta positiva. Próximo passo é acabar de preparar o show e começar a apresentar... O set tem 12 músicas próprias, e mostra muito mais o country do que o Town & Country.'' - Will


O último registro da Wonkavision já dava uma pista do que seria, mais tarde, o WAHGEE.
Música de bolso com acordes finos e sedosos de folk e country.
 

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Piratas em busca de novas terras


We Are Pirates é um trio capixaba formado membros da extinta Mickey Gang, banda de indie que fez algum barulho em colatina, interior do Espirito Santo, e que ganhou certo destaque em jornais como The Guardian, Folha de São Paulo e revista Rolling Stones e que chegou a fazer algumas apresentações em Londres.

Formada em 2011, We Are Pirates abusa de efeitos de sintetizadores na linha Dream-Pop com um Pop Lo-Fi bem crocante. As influências vão de MGMT a Memory Tapes e as letras são em inglês, o que deixa o som da banda ainda mais interessante.
 

Mesclando música eletrônica com pop lo-fi, a banda ganhou o mundo com hits como Running e Canyon, presente em sites e rádios nos EUA, Alemanha, Inglaterra, França e Japão.
O trio tem um EP chamado Kids Practice e um Single Whe She Goes Away.

 

We Are Pirates é:
Bruno Moreira
Ricardo Vieira
João Paulo Dalla
https://soundcloud.com/wearepirates
http://wearepirates.bandcamp.com/

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Barulho amigável

Foto: Amanda Dias

Fundada em 2010, em Juiz de Fora - (MG), a Top Surprise define seu som como Noise Pop - É roque de guitarra, meio barulhento e estridente, mas, se você escavar toda a camada de barulho, vai encontrar melodias bonitinhas e cheias de alegria.




A banda é formada por André Medeiros- Guitarra / Vocal, Daniel Medeiros- Baixo, Bruna Provazi- Guitarra / Vocal e Walner del Ducca- Bateria.
Possuem em sua discografia 3 discos, Everything Must Go - 2010, Saturn (The Season) / I Shot The Devil 7 - 2011 e Klouds - 2013, EP com 3 faixas bem no estilo microfonia organizada e abstrata.

O quarteto tem uma relação bem forte com o selo mineiro Pug Records e o carioca Transfusão Noise Records que já gravaram boa parte do barulho amigável da Top Surprise.






sábado, 24 de maio de 2014

Milocovik - Liberdade é a palavra chave


Desfilando na cena paulista desde 2006, Milocovik é um puta quarteto formado por Toni Pereira, Claudio Dantas, Renato Alfer e Ito Andery. A banda faz um som meio new wave, indie, motown, discopunk e aliando elementos de eletrônica, transformando o set em uma festa dançante e divertida.

A banda surgiu de um encontro de novas amizades, na ideia e vontade em ter uma banda.
O rock dançante é um reflexo do espirito criativo dos integrantes e de suas vivências e experiências diárias.
''Esperto quarteto de indie rock cosmopolita e policromático, praticantes de intoxicante pós-punk balançante de apelo urbanáutico e moderno no bom sentido! ou algo parecido'' - (Fabio Massari).


Milocovik lançou um EP, Sex Pack - 2009, e já participou de vários festivais importantes do pais como Goiânia Noise, Se Rasgum, Cena Musical Independente, Feira Música Brasil e caiu nas graças do mundo da moda participando de eventos como Casa de Criadores, Converse Rubber Tracks Brasil, Red Bull Music Academy e Ray-Ban Couch Sessions.
Atualmente a banda finaliza a pré- produção do seu primeiro álbum e já disponibiliza seu primeiro single, ''Someone Else''

sexta-feira, 23 de maio de 2014

LuvBugs lança clipe novo


LuvBugs não para de apresentar novidades radiantes e calorosas para os apreciadores de bons riffs despojados e pegajosos. Recentemente o duo carioca lançou seu segundo EP Coração Vermelho, que teve grande aceitação de público e critica especializada. A banda segue a castilha do ''Simples mas bem feito'', apostando em canções na linha lo-fi e atmosfera noventista, um prato cheio para amantes de Ritalines, Yo La Tengo, Pavement e Hüsker Dü.

E por falar em novidades, a LuvBugs lançou um clipe para a sétima faixa do seu novo EP, Som e Cor. Confira o vídeo e aproveite para baixar o Coração Vermelho.  

Download Free
 

quinta-feira, 22 de maio de 2014

O Rock bem harmonizado do Câmera


Belo Horizonte sempre apresenta novidades boas em sua cena autoral independente, prova disso é o Câmera, uma banda que chama muita atenção pelo som sereno e cativante.
O embrião do câmera começou a ser gestado em 2009 quando André Travassos  morava na frança.
De lá mandava varias composições para Bruno Faleiro e, assim que voltou, começaram quase que imediatamente a trabalhar nas músicas. Logo conheceram Matheus Fleming e a paixão em comum por Sonic Youth foi a certeza que ele era o cara certo para compor a banda.
Sendo assim, gravaram o primeiro EP, ''Invisible Houses'' em 2011, com a ajuda de dois amigos e um deles era Gustavo Simoni que, posteriormente assumiu seu posto no grupo. A necessidade de ter um quinto elemento para que a execução fosse o mais fiel possível, e mais uma vez, a afinidade musical foi a tônica para a entrada de Henrique Cunha na banda, e assim, nasceu o Câmera.
 




A banda já lançou dois EPs consecutivos, Invible Houses e Not Tourist, todos de 2011.
O segundo EP, Not Tourist, figurou em varias listas de melhores Álbuns do Ano.
As letras da banda são em inglês, basicamente é uma opção estética. Além disso, eles acreditam metaforicamente que os alienígenas falam inglês e não português, o que facilita a missão de ir tocar em marte um dia.



















O Câmera está em processo de finalização do seu primeiro ''Disco Cheio'', que será lançado no segundo semestre desse ano.
''É um trabalho mais maduro e com uma pegada um pouco diferente dos anteriores'' - André Travassos









''O câmera é uma banda que tem compromissos com a verdade.
Não estamos nem um pouco preocupados em seguir alguma tendência. Nosso comprometimento é com a música, e digo que é quase uma necessidade física de transformar nossas experiências de vida em música e aliviar um pouco a tensão dessa vida que é maravilhosa, mas nos coloca a prova a cada dia. Amamos o que fazemos, estamos muito felizes com disco que vamos soltar ainda esse ano.'' - André

Download e streaming no sitehttp://www.cameracamera.net/


quarta-feira, 21 de maio de 2014

Black Drawing Chalks - Banda goiana lança dois novos singles


''Another Rock And Roll Band'' é como se define o BDC.


O clichê, que os caras não fazem questão de disseminar, começa com a história da formação da banda - ''Uma ideia fermentada desde 2005 na cabeça de quatro garotos'' - e termina em letras sobre ''Bebida e Mulheres''.


O som é cru e dançante, resultado do amalgama de influências rockeiras - especialmente o Grunge, Hard Rock, Blues e o Stoner que nesses novos singles, fica evidente.

‘’Smiling Curse’’ e ‘’Guided by You ‘’foram gravadas e produzidas no virtuoso estúdio Rocklab, em janeiro desse ano, sob os comandos de Fabrício Nobre Gustavo Vazquez.
 As duas novas faixas mostram uma mudança sonora no trabalho da banda. Vem logo na cabeça, referências de Life Is a Big Holiday For Us - disco de maior destaque da banda até hoje.



A banda já lançou três álbuns de estúdio e um ao vivo - Big Deal (2007), Life Is a Big Holiday For Us (2009), Live in Goiânia (2011) e o recente No Dust Stuck On You (2012), as novas faixas podem ser um prenúncio de um novo EP ou um novo disco, nada ainda confirmado pela banda.
Ficamos no aguardo de boas noticias e novos sons desses goianos malvados!!
 

sábado, 17 de maio de 2014

IZA- 15 Anos de carreira no auge dos 30 anos de idade.


Izabela de Almeida ou simplesmente, Iza. Essa é a menina-mulher que recentemente lançou seu primeiro disco, intitulado, ''Música Popular Roqueira''. Iza é uma veterana na cena independe rocker de Belém do Pará, A moça canta, toca e compõe desde os 14 anos. Antes, cantava em uma igreja anglicana e aos 15 fundou a banda Stigma da qual foi integrante por 8 anos.



O trabalho com a música precisou ser interrompido em 2007 quando Iza deu luz à sua primeira filha, Zoe.
Entretanto, as férias não foram longas, pois a experiência maternal foi forte demais e acabou inspirando a volta da cantora às composições. Em 2010 Iza teve sua segunda experiência como mãe, nasce Alice.
Mas dessa vez não houve recesso para a música e a cantora continuo seu trabalho com o projeto solo, Iza e os Agregados, cercado por músicos talentosos da cena de Belém como: Ariel Nogueira, Luis Sick, Carlos Rafael ''Carlitos'', João Lemos, Camilo Royale, Caio Mendonça, Sabá Netto, Raoni Joseph, Marcos Henderson e claro, Ivan Jangoux.


O universo de Iza está ligado a nomes como Trakl, Florbela Espanca, Neruda, Poe
Nesse ''Tacacá musical'' surge a música feita de e para a jovem mulher. Neste mundo cheio de referências literais, Iza passeia em meio a diversos ritmos unbanos - Rock , Eletro-Rock , Industrial - ou não urbanos assim - Pop, Punk, Metal.






As músicas de Iza refletem esse universo plural em que a Menina-Mulher vive e parecem mesclar suas experiências como escritora, leitora, musicista e letrista no projeto que recebe seu nome.
Iza já tem experiência de sobra nesse vasto caminho da música independente e sem dúvida é uma grande promessa para os novos rumos que a calorenta cena de Belém oferece em tempos tão propícios para sonhar com boa música - Sim, a boa música ainda existe em Belém e não precisa de artifícios acrobáticos nem movimentos rítmicos treme, treme para chamar atenção.
Ainda bem que temos Iza  Haber!

    



https://soundcloud.com/izamusic
https://www.facebook.com/sitedaiza?fref=ts

Universo Sonoro Liseânico


Lise é um projeto paralelo do belo-horizontino multi-instrumentista Daniel Nunes que toca na banda Constantina. O projeto é basicamente uma combinação de música e audiovisual - Reações Visuais, Música Contemporânea, Pós-Rock, Eletrônica e Música Ambiente.
Lise percorre uma liberdade sonora, explorando várias nuances, sensações, climas, cheiros, com melodias lindas e estranhas.


Sobre o Projeto Lise... ''Foi uma iniciativa inconsciente. Há cinco anos, comecei a compor alguns temas que não se encaixavam em nenhuma das bandas. A ideia começou mais pelo interesse em pesquisar sons e timbres. Isto muita das vezes me guia para composição''- Daniel Nunes
     


O som estranho e altamente apurado do Lise, mais parece uma busca eterna por um sentimento escondido a sete chaves, um sentimento latente que flutua, que dança, que se sobrepõe em camadas finas de pureza e solitude.

''Quando o constantina começou a ganhar forma, eu comecei a vislumbrar a ideia de ir para frente com o projeto, sempre como algo paralelo á banda. Sinto que é algo bastante experimental, de difícil assimilação, tem um público bastante especifico por aqui, mas ao mesmo tempo, algo bastante atual.''- Daniel

 

Daniel Nunes também é um dos donos do selo independe ''La Petite Chambre'' e o responsável pelo elogiadíssimo festival independente Pequenas Sessões que tem o intuito de fomentar o conhecimento e acesso a produção de  Música Livre Experimental Independente Contemporânea.

 
''Penso que podemos fazer deste festival uma referência da música instrumental e experimental... Todos os artistas até hoje convidados sentem uma necessidade de virem na cidade  e mostrar sua arte... Então porque não montar um festival que possa, abarcar este tipo de produção?
Uma produção que sai do senso comum musical.... E adentra novas possibilidades de expressões sonoras'' - Daniel



http://www.projetolise.com/
https://www.facebook.com/projetolise
https://soundcloud.com/projetolise
http://www.projetolise.com/#youtube
http://www.projetolise.com/#vimeo
http://www.projetolise.com/#twitter
https://twitter.com/projetolise

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Um Coração Bidirecional

Se você não conheceu o trabalho da Hidrocor, não perca tempo e se liga no som dos caras.
A banda encerrou suas atividades no finalzinho de 2013 e lançou 2 bons discos e alcançou uma visibilidade muito grande pela internet com infinitas resenhas em sites e blogs de música independente.

A dupla Marcelo Perdido [voz & violão] e Rodrigo Caldas [bateria] fazem um folk com pitadas de power pop, em letras e melodias que cativam e acalmam qualquer coração. As letras falam do cotidiano de cada pessoa, com referências que lembram verdadeiros ''Quadros dos Dias'' em formato doce e apaixonante.





Após o termino da banda, Marcelo engatilhou seu projeto solo já com um disco gravado, Lenhador (2014), que não traz aquele ar de melancolia e paixão dilacerante de Edifício Bambi - O primeiro disco da hidrocor lançado em 2012. São canções que ainda brincam de inventar um cotidiano real e brinda em uma atmosfera densa, suave e inquieta.    






Download de Edifício Bambi
Download Compacto- A gente diz que tá aprendendo a amar

SELO INGLÊS LANÇA COLETÂNEA COM ARTISTAS BRASILEIROS


O selo inglês, Mais Um Discos, lançou uma coletânea só com artistas da nova música brasileira.
O mentor do projeto, Lewis Robinson, é um avido pesquisador e ouvinte da música brasileira.
Em 2010, fundou o selo, Mais Um Discos que, inicialmente lançou varias coletâneas com artistas da nova música brasileira como Lucas Santtana, Tulipa Ruiz, Siba, Metá Metá, Gui Amabis, Mako e Criolo. Recentemente o selo londrino lançou a coletânea Daora - Underground Sounds Of Urban Brasil (Hip-Hop, Beats, Afro And Dub), organizada pelo paulista Rodrigo Brandão que apresenta nomes como Metá Metá, Elo da Corrente, Curumim, Espião, Ogi, Bixiga 70, M. Takara, Psilosamples e outros.


Em marco, rolou uma resenha escrita por Lewis sobre as músicas que melhor representavam o famigerado carnaval. dê uma olhadinha Aqui
    


http://www.maisumdiscos.com
https://soundcloud.com/maisumdiscos
http://maisumdiscos.bandcamp.com/

segunda-feira, 12 de maio de 2014

A Fase sem limites


































Os mineiros da A Fase Rosa fazem um ''Batuque Multicultural de Música e Ideias, misturando ritmos regionais ao experimentalismo cosmopolita poético de suas letras''.
Uma variação de samba, carimbó, axé, tropicalismo e manguebeat, que vem dando resultados magníficos.

O grupo se formou em 2009, em Belo Horizonte. A ideia era misturar estilos e influências próprias na busca de uma nova leitura da música brasileira.
Os pontos de partida não eram difíceis de encontrar - cada integrante sabia bem do que gostava.
A forma como eles iriam absorver essas influências e transformá-las  em um multiplicador comum, isso sim era o desafio. É o desafio está sendo executado em fases, estações, cores rosas ou cinzas ou um leve ruido.





A banda tem 2 EPs e um disco lançado em 2013, intitulado Homens Lentos.
Atualmente os caras trabalham na produção do seu segundo disco que tem previsão para nascer no segundo semestre desse ano.


''Um lugar, mesmo enquanto um lar, não é casa ao se guerrear.
Prefiro o escuro a esta luz que não faz libertar''.




A Fase Rosa é:
Thales Silva- Guitarra/Voz
Fernando Monteiro- Bateria
Rodrigo Magalhães- Baixo
Rafael Azevedo- Guitarra

http://afaserosa.tnb.art.br/
http://www.afaserosa.com.br/


sexta-feira, 9 de maio de 2014

Molho Negro e seu estado sedutor
























Molho Negro é a tipica banda de garagem, som cru, sem frescura e com muito condimento roqueiro.
É um rock dinâmico, direto, com pitadas de Black Rebel Motorcycle, Black Keys, The Vines e ar de Motörhead.
A banda é de Belém, cidade de poucas mangueiras, clima quente e muito Rock And Roll!

Como eles mesmo dizem: '' Um grupo de batidas dançantes, marcantes e com letras que traduzem o espirito e sentimento de qualquer cabeça''.



O começo foi em 2012 e com ele já veio o EP de estreia intitulado, ''Rock!'' um nome direto e ríspido como o som dos caras.
Produzido por Gustavo Vazquez (MQN) e Luis Maldonalle, o EP ganhou vários elogios e colocou a banda como uma das revelações do ano e grande aposta para o ano seguinte. Só que no mesmo ano, a banda lança seu Full Lenght homônimo, com produção de Vazquez e Anderson Foca (Camarones Orquestra Guitarristica).



  



Esse ano saiu o novo disco do trio, intitulado ''Lobo'', que teve produção, mixagem e masterização por Ivan Jangoux (Stigma/Iza Haber).
O novo disco apresenta uma sonoridade mais trabalhada e madura sem perde o bom humor e os riffs furiosos que marcam a banda





Molho Negro é:
João Lemos- Guitarra/Voz
Augusto Oliveira- Bateria
Raony Pinheiro- Baixo

http://www.molhonegro.com/
https://www.facebook.com/molhonegro
https://twitter.com/molhonegro
https://soundcloud.com/molhonegro
https://www.youtube.com/user/molhonegro

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Baixe o novo disco ''Cheio de Gente'', dos caramujos.


Memórias de um Caramujo soltou para download o seu novo disco ''Cheio de Gente'', que será lançado dia 09/05, no Auditório Ibirapuera SP.
O show terá participações especiais como Siba, Carlinhos Antunes, Gabriel Levy e João Milliet.

O download do Cheio de Gente está liberado no site da banda!
É só clicar e se divertir!!



quarta-feira, 7 de maio de 2014

Far From Alaska solta seu novo disco para audição


Far From Alaska disponibilizou na integra, seu novo disco ModeHumam para ser ouvido via Deezer.
O disco, que estará disponível para venda digital a partir da próxima semana e nas lojas até o fim  do mês.
Com produção de Pedro Garcia ( Planet Hemp) e masterizado por Chris Hanszek  no Hanszek Audio (Seattle- EUA), o novo trabalho traz 15 faixas, todas de autoria da banda.
Entre elas, estão as quatro do EP ''Stereochrome'', e inéditas como ''Another Round'', ''Rolling Dice'' e ''Greyhound''.

Então ouça e divirta-se! 



Ouça o disco AQUI

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Efeitos, Lisergias e Dissonâncias


O Rock instrumental brasileiro nunca esteve tão bem representado e em uma crescente magnifica, o que rende ótimas bandas com belos trabalhos.
Clube Las Vegas é um desses representantes desse estilo que por muito tempo esteve empoeirado e esquecido.
Formada em 2011, a banda de Joinville (SC), é formada por competentes músicos da cena local.
Sergio Paralelo- Bateria, Stenio de Souza- Baixo e Israel Rolim- Guitarra, fazem um som instrumental experimental com forte cadência no noise, post-rock e shoegaze. suas influências andam por Sonic Youth, Yo La Tengo, Dinosaur Jr, Mogwai e outros tantos caminhos cheios de fuzz.
Israel e Stenio também tocam na Bela Infanta.



Clube Las Vegas gravou um EP homônimo em 2013 e estão colhendo os frutos desse belo trabalho.
A banda recebeu varias criticas positivas após o lançamento do disco.
2014 pode ser ainda melhor para esse trio que vem incendiado vegas.

 

Três Grunges tocando um som Emo torto,Desesperado e Maniaco

Foto: Felipe Brasil
























Baztian surgiu no final de 2009 e logo de cara, já causou uma ''Foda Impressão''.
O som forte e raivoso, aliando tons melódicos e doces, mostram o potencial inovador desse power trio alagoano bonitinho, mas ordinário. Tudo feito pelo rock e suas estruturas irregulares, efeitos nocivos e ameaça constante nos lares familiares.
A banda começou depois do ''fim'' ou da reformulação da Jorg and The Cowboy Killers, grupo de indie rock de Caique, que foi o embrião da Baztian.
Inclusive ainda tem duas músicas do repertório da baztian que são da época da antiga banda, Bright Nights e Broken Beer Glasses.






A energia que existe no som da Baztian, vem das influências que movem seus integrantes.
Aqui temos referencias de Dinosaur Jr, Fugazi, Sunny Day Real State, Mineral e claro e em alto bom som, Nirvana. Os shows são ataques sonoros, distorcidos, fuderosos, maniacos e bizarros.



Em 2012 saiu o primeiro disco da banda chamado, You Lovely Giant.
O EP foi produzido e mixado por Tales Maia (My Midi Valentine/Capona) e gravado no Estúdio PopFuzz via PopFuzz Records.
Caique e Rodolfo tocam o selo PopFuzz Records e o Coletivo Cultural PopFuzz, responsável pela organização e agitação do Festival Maionese e da cena independente de Alagoas.



 O selo já lançou bandas como: Katty Winne, Team.Radio, Lupe de Lupe, Jair Naves, Single Parents, Sin Ayuda, Hierofante Púrpura...
A banda já lançou novas músicas que dão um indicio de um álbum novo batendo na porta.
Ouça Baztian e divirta-se!
http://popfuzzrec.bandcamp.com/
http://tnb.art.br/rede/baztian

 

quinta-feira, 1 de maio de 2014

A Incrível resistência poética do Fragile Arm


Fragile Arm é uma dupla paulista formada por Filipe Miu e Sabine Holler (Jennifer Lo-Fi).
Após se juntarem, deram á luz ao primeiro filho, o EP ''E se..'' que foi lançado em 2010 e conta com 3 faixas com uma temática meio Lo-Fi e Experimental.
Miu também tem outros projetos como: Lulas Gigantes Afundam Barcos e Dom Pedro.



Em 2012 a dupla lançou seu segundo EP ''O Desdobramento de uma Fé Desacreditada''.
O álbum apresenta canções doces e cheias de sentimentos baseados em poemas e citações de livros.
Melodias puras e limpas, vocal declamado, batidas em caixa alta ressonante, emoções fortes que cria-se um pacto entre o ouvinte e as músicas, fazendo com que a audição de cada faixa soe como revelações de segredos e sentimentos há tanto tempo guardados.

Fragile Arm deixa fluir naturalmente, espontaneamente...
É incrível a diferença no vocal de Sabine- (dividido entre Jennifer Lo-Fi e Fragile Arm)- alternando uma voz doce e agressiva.
Frágil, triste, poético e agradável.
Baixe AQUI